terça-feira, 6 de março de 2012

Poema para crianças.

Poesia e Flor

Uma rosa de alegria não pode durar um dia.
 Um lírio de haste frágil precisa de um braço ágil. 

 Margarida branca ou amarela
 — exemplo de vida singela.

 Um cravo não nos embala 
 só pelo perfume que exala.

 Amor-perfeito, nome e flor
 lembram um bem superior. 

 Nem tudo uma flor nos diz
 apenas pelo seu matiz. 

 Cai a tarde, a noite vem
 e a flor repousa também. 

 Veja a flor como é feliz 
 quando alimenta os colibris.

 Anjos sobrevoaram a natureza 
 trazendo às flores beleza. 

 E nesse momento de amor 
 Deus uniu Poesia e Flor.

(Cleonice Rainho)


Nenhum comentário:

Postar um comentário